Domingo, 21 de Fevereiro de 2010
A educação a distância na perspectiva transdisciplinar: a contribuição das disciplinas de Laboratório de Pesquisa no curso de Pedagogia

http://www.cinted.ufrgs.br/renote/dez2009/artigos/12d_juliojose.pdf


 

Este artigo contempla as relações entre a educação à distância e a dinâmica transdisciplinar. Foi realizada uma pesquisa que procurou dar resposta às questões: Quais são os pontos de convergência existentes entre a proposta das disciplinas de Laboratório de Pesquisa e os princípios da Transdisciplinaridade? Na percepção dos alunos, como ocorre essa aproximação entre a prática das disciplinas de Laboratório e os princípios de uma dinâmica transdisciplinar?

A recolha de dados foi feita através de um questionário enviado electronicamente a estudantes do curso de Pedagogia, em Agosto de 2009. O questionário foi elaborado tendo como base os princípios de transdisciplinaridade focando o conteúdo e as estratégias didácticas utilizadas nas disciplinas de Laboratório e a mediação pedagógica realizada pelos professores.

Os autores consideram que a transdisciplinaridade é “um princípio epistemológico que objectiva romper as fronteiras do conhecimento disciplinar, conduzindo a uma percepção para além dessas fronteiras.” que “é a busca do sentido da vida, de uma nova maneira de ser, de um novo modo de conhecer, de fazer e de conviver, por meio das relações entre os diversos saberes e as culturas da humanidade.” e que “A prática transdisciplinar envolve processos culturais, sociais, afectivos e interactivos e, por isso, exige uma acção docente aberta ao diálogo, de forma sensível, cooperativa e ética, respeitando as diferenças, possibilitando a construção de saberes conectados com os indivíduos e com o todo, e permitindo a transformação do eu e do outro.”

O conceito de transdisciplinaridade vem sendo construído ao longo dos anos, mas foi em Portugal que teve lugar o 1º Congresso de Transdisciplinaridade (1994) de onde resultou a “Carta da Transdisciplinaridade”,tendo sido dimensionado seus parâmetros, bem como seus princípios: múltiplos níveis de realidade, diferentes lógicas e complexidade;

Segundo Basarab Nicolescu a complexidade, que deve ser entendida como um princípio articulador do pensamento e não como aquilo que é difícil e complicado de se compreender; a lógica do terceiro incluído, que supera os binarismos entre o certo e errado para assim associar as categorias e conceitos aparentemente excludentes; e os diferentes níveis de realidade, que possibilitam a construção da noção da multimensionalidade e da multirrefencialidade do ser.

Concluem que uma formação deve visar desenvolver nas pessoas, grupos e organizações a capacidade de saber ser, de saber ou de poder tornar-se, assim como, desenvolver novas competências e habilidades que nos permitem continuar a aprender ao longo da vida, além de ampliar as relações interactivas por meio das TIC.

“O processo educativo, por meio da atitude transdisciplinar, poderá ir além das disciplinas por estar entre e através dela. O rigor na argumentação, a abertura ao desconhecido e a tolerância às diferenças farão parte dessa verticalização em que o ser humano poderá retomar os aspectos qualitativos do conhecimento.”

 



.mais sobre o grupo
.pesquisar neste blog
 
.Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Apresentação final de MIE

. A guerra dos paradigmas f...

. Resposta à actividade pro...

. Regras do Jogo "A Guerra ...

. Paradigmas de investigaçã...

. "Paradigma" actual de "Re...

. Mapa conceptual pronto......

. Metodologias de Investiga...

. I Ciclo de Aulas Abertas ...

. sistematização de paradig...

.arquivos

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

.tags

. todas as tags

.links
.participar

. participe neste blog

blogs SAPO
.subscrever feeds